Fedora Silverblue 30 beta (GNOME) - Primeiras impressões

editado abril 4 em SilverBlue

O que se vê no Silverblue é praticamente o que se vê na Workstation tradicional tirando a seleção default de pacotes

Vem com o sisteme enxuto, por consequência inicializa mais rápido e com baixo consumo de recursos

Você tem escolha ainda!

Na GNOME Software também, talvez não encontre todos pacotes / programas do repo Workstation normal, e não vem com repositórios flatpak (tipo flathub) adicionado, é necessário fazer manualmente
como neste tutorial: https://fedorabr.org/index.php?p=/discussion/60/pos-instalacao-no-fedora-silverblue-29#latest


A procura de atualizações é demorada, porém via terminal está rápido!

Ainda não testei a instalação de driver Nvidia em meu desktop, mas já existe suporte!

Comentários

  • Estou acompanhando seus posts sobre o Silverblue, mto interessante.
    Achei mto bacana o lance de rollback, tipo a ideia do snapshot ... isso de forma fácil. Vc já fez teste p/ ver se é tranquilo executar o rpm-ostree rollback?

    E qto a instalação de pacotes, na versão 29 era preciso reiniciar o sistema p/ completar a instalação. Isso permanece na versão 30?

    Deve ser massa trabalhar com os containers. LXC ou Docker de preferencia rsrsrs.

    Parabéns e vlw pela postagem.

  • @chacal para instalações de .rpm com rpm-ostree sim, para "extensões" do sistema (tipo uma fonte) parece que estão mudando isso, creio que conforme a necessidade, o rollback é tranquilo e rápido, mas to achando mais interessante o "pin" de versão, assim escolhe no grub qual imagem quer usar..o legal é que não usa tanto HD como as pessoas imaginam, com HD de 40GB com 25+ flatpaks ainda consegui pinar 3 versões/imagens e sobrar espaço...

  • Legal Renato, vlw o esclarecimento.
    Parece que a ideia da distro é que "usuario nao quebre o sistema", só se a intenção for essa kkkkkk e ainda vai ter trabalho.

  • Digite seu comentário> @chacal disse:

    Legal Renato, vlw o esclarecimento.
    Parece que a ideia da distro é que "usuario nao quebre o sistema", só se a intenção for essa kkkkkk e ainda vai ter trabalho.

    Na verdade não, se o usuário quiser mesmo vai conseguir quebrar..a ideia é simplesmente evoluir na maneira de como se desenvolve, distribui, e mantém um sistema operacional..

    Mais informações https://blogs.gnome.org/uraeus/2019/04/03/preparing-for-fedora-workstation-30/

Entre ou Registre-se para fazer um comentário.

Olá, bem-vind@!

Quer participar e contribuir? Clique no botão "Registrar-se" se é sua primeira vez aqui. Se você já é um dos nossos, clique em "Entrar".